Negócios que qualquer programador poderia criar

Depois que o Bill Gates se tornou rico e a profissão de programador se tornou mais conhecida, existe uma expectativa de que pessoas com a habilidade de escrever softwares se tornem empreendedores. Existem incubadoras e investidores nos Estados Unidos que só investem em empresas que têm desenvolvedores em seu time de fundadores. E nos churrascos de família seus parentes estão sempre olhando para você e se perguntando porque você ainda não criou o próximo Facebook.

man-791505_640

“Quando você ficar rico lembra que eu te dei a maior linguiça rs.”

E muitos deles pensam em seguir esse caminho, mas esbarram na desculpa da falta de ideias. Eles olham para o que o Google faz e sentem que não tem capacidade técnica suficiente ou que vão precisar de muita ajuda para construir algo. Ou olham para sistemas que as empresas compram como ERPs, CRMs, sistemas de RH e não entendem os problemas que esses produtos resolvem, e por isso não sabem como poderiam criar algo assim.

Mas um programador não precisa ter PHD em Stanford ou ter sócios que entendem de um domínio muito específico de negócio para criar um produto e começar uma empresa. Existem problemas que já estão a seu alcance, e pessoas dispostas a pagar para resolver esses problemas.

Para ilustrar vou dar exemplos de algumas empresas que começaram com produtos que são tecnicamente muito fáceis de construir. Ideias tão simples que provavelmente já passaram pela cabeça de muito programador, mas que por acharem que era simples demais também devem ter pensado que não teriam como lucrar com elas. Ideias que quando você vê funcionando como empresas, fica se perguntando como não pensou nisso antes (mesmo já tendo pensado nisso).

Buffer

A Buffer é uma ferramenta que posta atualizações em suas redes sociais em horários agendados ou calculados. Sua empresa pode usar a ferramenta para divulgar um link em todas as suas redes sociais sem ter o trabalho de entrar em cada site e postar o conteúdo no horário certo.

O básico desse serviço pode ser feito por um script que execute no horário certo (usando um job de cron por exemplo) e faça chamadas de API para disparar a postagem do conteúdo. E na verdade, foi assim que eles começaram.

Hoje a Buffer tem receita de mais de U$ 600 mil/mês, com pelo menos 46 mil clientes, de acordo com seu dashboard aberto na Baremetrics.

StatusPage

A StatusPage fornece um site onde uma empresa que tem serviços online pode mostrar informações sobre o status de seus serviços, e fornecer atualizações a seus usuários sobre os problemas que estão afetando sua disponibilidade. Por exemplo, o Kickstarter usa o StatusPage para atualizar seus clientes sobre o progresso de alguma correção no site caso ele saia do ar por problemas técnicos.

O serviço deles é basicamente um site, algo que poderia ser feito por alguém que não sabe programar. Bastaria saber configurar um CMS. É um serviço tecnicamente fácil de fornecer.

Mas os clientes da StatusPage vêem valor no que eles oferecem. A última vez que a StatusPage divulgou números de sua receita foi em janeiro de 2014, quando atingiram U$ 25mil/mês.

StoreMapper

A StoreMapper fornece uma busca de lojas físicas para que um comércio que tenha vários endereços ou fábrica que fornece produtos para várias lojas permitam que um cliente encontre um endereço onde pode fazer a compra usando seu site.

Criar algo assim poderia ser muito complexo, a não ser que você fizesse como a StoreMapper e usasse a API do Google Maps para exibir os resultados. Isso torna a implementação do serviço muito mais fácil.

Atualmente a StoreMapper tem 889 clientes e receita de U$ 15 mil/mês, de acordo com seu dashboard aberto no BareMetrics.

A sua ideia

Que fique claro que não estou dizendo que é fácil criar uma empresa. O básico de cada exemplo que listei pode ser implementado por qualquer programador, mas é claro que com o tempo esses empreendedores foram melhorando o produto para que ele forneça muito mais valor a seus clientes. Além disso, o sucesso de uma empresa não depende só da parte técnica.

O que quero dizer é que boas ideias para negócios podem vir de problemas que estão a seu redor e que podem ter soluções simples que estão ao seu alcance.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s